sexta-feira, 20 de julho de 2007

Prece

Às vítimas da tragédia no aeroporto de Congonhas e às famílias - que também são vítimas, uma prece silenciosa de quem não consegue entender, mas que sabe que o amor de Deus é de uma infinita sabedoria...
Deus abençoe essas pessoas e
que acontecimentos assim não precisem se repetir para que aprendamos o valor de uma vida.
Que a esperança da paz e a busca da sabedoria permaneça nos nossos corações mesmo nesses momentos de angústia. Que a dor e o sofrimento agora presentes derramem a generosidade e a compaixão sobre nós para que sejamos mais serenos para com nossos irmãos, pq somos de uma mesma natureza. Que esse pranto não seja em vão, que os nossos
corações se compadeçam, que não vejam isso só como mais uma notícia no jornal... E que aprendamos o caminho da paz, da generosidade e da compaixão, pq nada pode ser dito a respeito de tanta dor e sofrimento e o que nos resta é o silêncio. Que esse silêncio seja nossa prece.

Coríntios, 10

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse Amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse Amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tivesse Amor, nada disso me aproveitaria. O Amor é paciente, é benigno; o Amor não é invejoso, não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal, não folga com a injustiça, mas folga com a verdade.”

Fãs