terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Mazembe e os novos octa

Uma das coisas que eu não gosto no futebol é a oscilação política que se dá ao longo dos anos.
A presença de times africanos e de outros continentes que não apenas América do Sul e Europa no mundial interclubes é até algo tardiamente coerente, e do jeito que está, muito mais interessante do que o título avulso de um torneio tosco reconhecido apenas pelo Corínthians.

Cedendo à pressão de clubes, a CBF reconheceu como títulos brasileiros os campeonatos de nível nacional disputados antes de 1971, ferrando com qualquer tentativa de sensatez histórica e chutando o balde dos critérios lógicos, fez o Palmeiras e o Santos, de um dia para o outro, amanhecerem com 8 títulos brasileiros.
Não apenas a história do futebol sangra com essa padronização forçada e desnecessária, mas também o ego dos torcedores que não estavam acostumados a contar mais de uma estrela por ano.


Comentários
3 Comentários

3 Comentários. O que VOCÊ acha?:

  1. Devagar com a louça, manolo ! A Rede Engodo, mais uma vez, jogou o caô. A CBF não se pronunciou oficialmente. E só o fará após a final do Mundial Interclubes.

    ResponderExcluir
  2. Eu vi isso.. não gostei muito não.. o meu rival aki em Minas agora tem 1 titulo a mais que o meu. :/

    ResponderExcluir
  3. Tem razão, Angelus, parece que a notícia foi realmente informada precipitadamente.
    Lamental u.u

    ResponderExcluir

Incluir links nos comentários

Fãs