quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo debaixo d'água. A culpa é de quem?

De ninguém, absolutamente.


Após fortes chuvas, região serrana do RJ registra 247 mortes - As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio de Janeiro provocaram a morte de pelo menos 247 pessoas desde a noite de terça-feira, segundo levantamento feito pelo Terra a partir de dados das defesas civis municipais. Entre as vítimas, estão três bombeiros que seguiam para Nova Friburgo para auxiliar no resgate de famílias soterradas. Outros três bombeiros foram resgatados dos escombros e um continua soterrado, segundo a Secretaria Estadual da Saúde. Mais cedo, o Corpo de Bombeiros havia informado que quatro soldados tinham morrido no deslizamento. A secretaria disse também que mais quatro pessoas morreram após as chuvas na cidade, entre elas uma criança e um bebê. Em Teresópolis, a prefeitura registrou 130 mortes em alagamentos e deslizamentos. Em Nova Friburgo, são 97 vítimas. O prefeito de Teresópolis, Jorge Mario, declarou situação de emergência no município. O secretário de Meio Ambiente e Defesa Civil, Flávio Castro, está com as equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros trabalhando no resgate de vítimas, na identificação de áreas de risco e orientando os atingidos a se dirigirem para os abrigos preparados pela prefeitura. [...]

E quando ouço algum sabichão de bar dizendo "esse povo sabe que não pode construir em área de risco..." sinto um certo nojo dessa mania estúpida que alguns homo sapiens tem de esconder-se atrás de teorias populares, como se um cidadão, em sã consciência, não fosse morar com sua família em um lugar com risco de deslizamentos se não fosse essa sua única opção.

Comentários
13 Comentários

13 Comentários. O que VOCÊ acha?:

  1. Se um governante, despreza a vida de homens e de mulheres, de crianças e de idosos, permitindo e incentivando obras que colocam em perigo a segurança, ele é simplesmente um inimigo da humanidade. Não tem desculpa, porque não há palavras que calem ou sosseguem o desespero.

    ResponderExcluir
  2. Gostei do seu comentário ao fim da postagem e estou horrorizado com tal situação a minha mãe tem chorado (ela é muito sentimental)... Acredito que a natureza da um jeito de evacuar o espaço que é dela por direito!

    ResponderExcluir
  3. Esta morrendo tanta gente no Rio de Janeiro devido as chuvas. Garanto que não tem nem um parente de nem um deputado,governador,prefeito,etc...

    ResponderExcluir
  4. Você gostaria que houvesse, Sr Anônimo?

    ResponderExcluir
  5. Gostaria que não existisse deputado federal deputado,estadual,vereador.iria ser Menos corrupto esses só esperam o fim do mês para receber o deles, só assim nós não iria ter em quem por a culpa iria sobrar mais dinheiro para ajudar os necessitado.

    Eles não fazem merda nem uma mesmo......

    ResponderExcluir
  6. Finalmente a opinião de um anônimo faz algum sentido.

    ResponderExcluir
  7. Sabe Anselmo!?
    O que me deixa pasma nessa tragédia toda?
    É a falta de organização que existe na administração pública. Já trabalhei em um Setor da administração pública, e o que mais eu observava era a falta de integração (trabalho em rede, como eu falo) entre as diversas Secretarias (Educação, Saúde, Assistencia Social, etc). Hoje, nessa tragédia, tenho ouvido e visto muito nas diversas reportagens essa "falha". Sabe porque isso acontece Anselmo?
    As pessoas estão sempre mais preocupadas em "inovações" com projetos sem sentido,para se promoverem pessoalmente, que discutir as reais necessidades da Sociedade. Falta vontade e coragem política para para um trabalho efetivo.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Registrada sua observação, Cris.
    Sabemos que existe falta de estrutura preventiva, desenvolvimento urbano inteligente e tudo mais, no entanto, apnas uma tragédia tão grande faz as pessoas notarem quão indomável é a natureza, e que é preciso que haja margem para riscos, coisa que nos desacostumamos a considerar, talvez por vivermos em uma país em que episódios de catástrofes naturais não sejam muito comuns.
    Isso religa o nosso instinto de alerta, infelizmente, do modo mais triste possível.

    ResponderExcluir
  9. Quero ver oq vai ser feito.. Dilma.. sua primeira missão comeca agora.. acho q a culpa e da populacao tb q joga lixo na rua.. contribuindo para isso.. a construcao desordenada.. a nem.. melhor fica calado mesmo!!

    ResponderExcluir
  10. Tem lugares que o pessoal joga lixo sim na rua,porque se quer entra um caminhão de lixo na rua que ele mora.Coitado mora em uma beira de barranco,corredor. E a gente ouvindo as vezes que tem alguns políticos que tem varias fazenda,e lugares sem risco,e simples e só desapropriar algumas dessas fazendas e fazer casas populares.

    ResponderExcluir
  11. Tenho acompanhado os noticiários na tv!
    É um grande pesadelo. Acho que é a pior catrástofe do Brasil.

    E os maiores culpados é o poder público, e o homem em geral, pois é ele próprio que está agredindo a natureza.

    Boa noite, Anselmo.

    ResponderExcluir
  12. Vamos continuar votando consciente.

    ResponderExcluir

Incluir links nos comentários

Fãs