sexta-feira, 23 de setembro de 2011

O caso do garoto que atirou na professora e se matou em São Caetano

10 anos de idade e uma idéia estúpida na cabeça:

Aluno de 10 anos atira em professora dentro da escola em São Caetano, SP 
Um aluno de 10 anos atirou na professora dentro da sala de aula e depois disparou contra a própria cabeça em São Caetano do Sul, no ABC, na tarde desta quinta-feira (22). De acordo com a Prefeitura, os dois foram socorridos com vida, mas o estudante David Mota Nogueira morreu. A professora, identificada como Rosileide Queiros de Oliveira, de 38 anos, deixou a escola consciente. O motivo do crime não foi informado. Os disparos foram feitos na Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, localizada na Rua Capivari, no bairro Mauá, pouco antes de 16h. No momento em que o menino do 4º ano usou a arma, havia 25 estudantes na classe. A professora foi socorrida pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, por volta das 16h30. A Prefeitura contou que o aluno se retirou da sala de aula e disparou nele próprio depois de ter atingido a docente. O garoto foi atendido no Hospital de Emergência Albert Sabin e em seguida foi levado para o Hospital Municipal Maria Braido. Ele teve duas paradas cardíacas antes de chegar ao local. As aulas foram suspensas nesta quinta e na sexta-feira (23). A Prefeitura afirmou que o menino era considerado um aluno calmo e sem histórico de violência. 

O ato do menino não foi por um momento de impulso, o plano já estava arquitetado:

Aluno que atirou no ABC fez desenho com armas e professor, diz polícia 
O aluno que atirou em uma professora dentro da sala de aula e depois se matou em São Caetano do Sul, no ABC, na tarde desta quinta-feira (22), fez um desenho no qual se retratou com duas armas e com um professor. O desenho foi encontrado junto com o material escolar dentro da mochila do estudante David Mota Nogueira, de 10 anos, que foi apreendida pela polícia, de acordo com a delegada titular do 3º DP de São Caetano, Lucy Mastellini Fernandes. No desenho, ele escreveu: "Eu com 16 anos" e "Professor", indicando cada uma das figuras desenhadas. A delegada não quis mostrar o papel. 

A sociedade vai procurar culpados, a mídia vai analisar os hábitos do garoto (vide Realengo) mas quem realmente perde com esse tipo de acontecimento é a liberdade civil.
Daqui a pouco ninguém mais vai poder entrar em m colégio de criança sem ser revistado.



tags: nome do aluno que morreu,
nome da professora de s caetano,
comentario sobre tragedia sp 2011.
Comentários
13 Comentários

13 Comentários. O que VOCÊ acha?:

  1. Bom dia Anselmo!
    A professora não morreu. Foi socorrida e continua hospitalizada, mas fora de perigo.
    A arma que o garoto usou era do pai, que trabalha como guarda municipal.
    Sabe Anselmo!?
    É muito difícil dizer o que passou na cabeça dessa criança, para cometer tamanha barbaridade. Mas, com certeza, vão falar em bullying, já que este é o assunto da moda e "carro" chefe" da Educação brasileira hoje.
    O que muitas pais não percebem é: Como é discutida a relação Família e Escola em casa.
    Nós sabemos que hoje, os professores não têm mais o mesmo respeito (e muitos também não se dão esse respeito) que havia antigamente. Por isso, muitos pais se referem aos professores como vagabundos, bruxas, e assim vai. Os professores por sua vez, recebem e se armam contra esse tipo de situação. A Escola hoje é sim um campo armado e minado. E essa situação, ao meu ver, só tende a piorar.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Cris, a carga de experiência de sua opinião é sempre bem-vinda.
    Sabemos que é um caso esporádico, uma infantilidade tristemente levada às últimas consequências, mas como a sociedade não se conforma nunca em não ter culpados, o fardo sobra para quem sobrevive.
    Torço para que essa professora não seja punida injustamente.

    ResponderExcluir
  3. São Paulo, Sao Paulo: caso do menino de sao caetano que se matou ontem.
    São José Dos Campos, Sao Paulo: video da tragedia no abc menino q se matou.
    Medianeira, Parana: aluno que matou a prefessora.
    Ponta Grossa, Parana: porque o aluno matou a professora no abc 22-03-2011.
    Itabora�, Rio de Janeiro: fotos do menino que atirou na professora e depois se matou.

    ResponderExcluir
  4. Vão dizer que é culpa do video game.O fato do pivete ter acesso ha uma arma nem vai ser falado.

    ResponderExcluir
  5. Anselmo, vi este noticiário! É uma situação drástica! Concordo plenamente com as palavras da Cris!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Cara, To Assustado com Isso..
    Que diabos essa criança tinha na cabeça ??
    Acho que ela foi influenciada!

    =/

    ResponderExcluir
  7. @Liipe_Moreiras,

    Toda crianaça é altamente influenciada em seus atos.
    O problema é que esta tinha uma arma de verdade a disposição.

    ResponderExcluir
  8. tava com merda na cabeça

    ResponderExcluir
  9. Sinceramente eu ainda não entendi o q motivou essa criança a fazer um ato dessa natureza!
    O tiro na professora eu até "entendo" mas o suicídio em seguida [!?!] Parece q já foi certo!

    ResponderExcluir
  10. @Laurabmel,

    Algumas coisas simplesmente não são explicáveis.
    Era uma criança, a presença de uma arma em casa transformou imaginação em tragédia.

    E a culpa talvez seja de NINGUÉM.

    ResponderExcluir

Incluir links nos comentários

Fãs